Hogwarts Hollow Years
Sejam muito bem vindos à reabertura da grande escola de Magia e Feitiçaria, Hogwarts.
Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 9 em Dom Ago 30, 2015 11:03 pm
Últimos assuntos
» Salão Principal.
Qua Abr 18, 2012 7:43 am por Primrose Rinaldi

» Apresente-se
Sab Abr 14, 2012 9:25 am por Primrose Rinaldi

» Chat Off
Dom Abr 08, 2012 8:15 pm por Enoque Kauffman

» Chapéu Seletor (Fichas)
Qui Abr 05, 2012 8:48 pm por Gabrielly L. Way

» Parcerias
Qua Abr 04, 2012 9:33 am por Primrose Rinaldi

» Sorveteria Florean Fortescue
Seg Abr 02, 2012 1:33 pm por Enoque Kauffman

» Varinhas Olivaras
Seg Abr 02, 2012 7:43 am por Primrose Rinaldi

» Sugestões, Críticas e Dúvidas
Dom Abr 01, 2012 12:59 pm por Enoque Kauffman

» O Caldeirão Furado
Dom Abr 01, 2012 4:13 am por Enoque Kauffman

Copa das Casas
0 0
0
0

Lista de Animais Mágicos - G- L

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Lista de Animais Mágicos - G- L

Mensagem por Admin em Dom Mar 25, 2012 2:37 pm

R P G • HogwartsHollowYears


― Você encontra a lista completa de animais mágicos aqui.


O Departamento para Regulamentação e Controle das Criaturas Mágicas classifica todos os animais, seres
e espíritos conhecidos, oferecem assim um guia imediato para a periculosidade conhecida da criatura. As cinco classes são as seguintes:

XXXXX - Mata bruxos / Impossível treinar ou domesticar
XXXX - Perigoso / Exige conhecimento especializado / bruxo perito pode enfrentar
XXX - Bruxo competente pode enfrentar
XX - Inofensivo / Pode ser domesticado
X - Tedioso


Lista de G - L:

GIRA-GIRA (BILLYWIG)
Classificação M.M.: XXX
O gira-gira (billywig) é um inseto nativo da Austrália. Mede cerca de um centímetro e três milímetros, é azul-safira berrante. Sua velocidade é tão grande que ele raramente é percebido pelos trouxas e, muitas vezes, nem pelos bruxos até receberem sua picada. As asas do gira-gira saem do auto de sua cabeça e rodam a grande velocidade quando ele voa. Na extremidade oposta há um ferrão longo e fino. Quem é picado por gira-gira sente tonteira seguida de levitação. Há gerações, jovens bruxas e bruxos australianos têm tentado apanhar gira-giras para provocá-los e serem picados por eles, produzindo assim esses efeitos colaterais mesmo que o excesso de picadas possa fazer a vítima flutuar no ar descontrolada durante dias seguidos. Nos casos em que há forte reação alérgica, essa flutuação pode se tonar permanente. O ferrão seco do gira-gira é usado em várias poções e acredita-se que seja um dos ingredientes do popular doce Delícias Gasosas.

GNOMO (GNOME)
Classificação M.M.: XX
O gnomo é uma praga comum em jardins, e é encontrado por toda a Europa e Améric a do Norte. Pode atingir até trinta centímetros de altura, tem uma cabeça desproporcionalmente grande e dura e pés ossudos. Para expulsá-los do jardim é preciso girar o animal no alto até deixá-lo tonto e arremessá-lo por cima do muro. Como alternativa pode-se usar um furanzão, embora hoje em dia muitos bruxos achem esse método de controle de gnomos demasiado brutal.

GRIFO (GRIFFIN)
Classificação M.M.: XXXX
O grifo é originário da Grécia e tem as pernas dianteira e uma grande cabeça de águia, mas o corpo e as pernas traseiras de leão. Tal como as esfinges (ver adiante), os grifos são com freqüência empregados pelos bruxos para guardar tesouros. E embora ele seja feroz, sabe-se de bruxos que têm feito amizade com esse animal. O grifos se alimentam de carne crua.

GRINDYLOW (GRINDYLOW)
Classificação M.M.: XX
Demônio aquático de chifres e pele verde-clara, o grindylow é encontrado em lagos da Grã-Bretanha e Irlanda. Alimenta-se de pequenos peixes e é igualmente agressivo com bruxos e trouxas, embora se saiba que os merpeople (sereianos) são capazes de domesticá-los. O grindylow tem dedos muito longos que embora possuam grande força são facilmente quebráveis.

HIPOCAMPO (HIPPOCAMPUS)
Classificação M.M.: XXX
Originário da Grécia, o hipocampo tem a cabeça e os quartos dianteiros de cavalo e o rabo e os quartos traseiros de um peixe gigantes. Embora encontrável comumente no mar Mediterrâneo, um esplêndido espécime ruão azul foi capturado por sereianos ao largo da Escócia em 1949 e por eles domesticados. O hipocampo põe ovos grandes e semi-transparentes, através dos quais se pode ver o filhote em formação.

HIPOGRIFO (HIPPOGRIFF)
Classificação M.M.: XXX
O hipogrifo é nativo da Europa, embora seja atualmente conhecido no mundo inteiro. Tem a cabeça de uma enorme águia e o corpo de cavalo. Pode ser domesticado, embora isso só deva ser tentado por peritos. Deve-se manter contato visual ao se avizinhar de um hipogrifo. Fazer uma reverência demonstra boas intenções. Se o hipogrifo retribuir a reverência, será seguro se aproximar. O hipogrifo escava o chão à procura de insetos, mas como igualmente aves e pequenos mamíferos. Em época de acasalamento, esse animal constrói um ninho no chão e ali deposita um único ovo, grande e frágil, que choca em vinte e quatro horas. O filhote de hipogrifo estará pronto para voar uma semana depois, embora anda vá levar meses para poder acompanhar seus pais em viagens mais longas.

IÉTI (YETI)
Classificação M.M.: XXXX
Também conhecido como Bigfoot (Pé-Grande) e Abominable Snowman (Abominável Homem das Neves). Acredita-se que o iéti, nativo do Tibete, seja aparentado com o trasgo, embora até hoje ninguém tenha chegado bastante perto para fazer os testes necessários. Com uma estatura máxima de quatro metros e meio, o iéti é coberto da cabeça aos pés por pêlos alvíssimos. Devora qualquer coisa que cruze o seu caminho, embora tenha medo do fogo e possa ser repelido por buxos experientes.

KAPPA (KAPPA)
Classificação M.M.: XXXX
O kappa é um demônio aquático do Japão que habita lagos e rios rasos. Com fama de parecer um macaco com escamas de peixe em lugar de pêlos, esse animal tem um oco no cocuruto da cabeça no qual ele carrega água O kappa se alimenta de sangue humano, mas é possível convencê-lo a não fazer mal a alguém, atirando-lhe um pepino com o nome da pessoa gravado à faca. Ao enfrentar esse animal, o bruxo deve enganá-lo obrigando-o a se curvar - porque se ele fizer isso, a água guardada no oco de sua cabeça escorrerá, drenando-o de toda a sua força.

LESMALENTA (STREELER)
Classificação M.M.: XXX
Esse animal é uma enorme lesma que muda de cor de hora em hora, e quando caminha deixa um rastro tão venenoso que murcha e queima toda a vegetação por onde passa. A lesmalenta é originária de vários países africanos, embora tenha sido reproduzida pelos bruxos, com sucesso, na Europa, na Ásia e nas Américas. É criada como bicho de estimação por aqueles que apreciam suas mudanças caleidoscópicas de cor e porque seu veneno é uma das poucas substâncias capazes de matar toletes.

LOBISOMEM (WEREWOLF)
Classificação M.M.: XXXXX
O lobisomem é encontrado no mundo inteiro, embora se acredite que tenha se originado no norte europeu. Os humanos somente se transformam em lobisomens quando são mordidos. Não se conhece nenhuma cura para esse mal, embora o recente avanço no preparo de poções tenham em certa medida, aliviado os sintomas mais graves. Uma vez por mês, durante a lua cheia, o bruxo ou trouxa afetado, que em outros períodos é normal, se transforma em uma fera assassina. Uma singularidade entres as demais criaturas fantásticas, o lobisomem dá preferência a presas humanas. Esta classificação se refere, naturalmente, ao lobisomem após a transformação. Quando não há lua cheia, o animal é inofensivo aos outros humanos.
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 136
Data de inscrição : 24/03/2012

Ver perfil do usuário http://hogwartshollowyears.forumeiros.eu

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum