Hogwarts Hollow Years
Sejam muito bem vindos à reabertura da grande escola de Magia e Feitiçaria, Hogwarts.
Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 9 em Dom Ago 30, 2015 11:03 pm
Últimos assuntos
» Salão Principal.
Qua Abr 18, 2012 7:43 am por Primrose Rinaldi

» Apresente-se
Sab Abr 14, 2012 9:25 am por Primrose Rinaldi

» Chat Off
Dom Abr 08, 2012 8:15 pm por Enoque Kauffman

» Chapéu Seletor (Fichas)
Qui Abr 05, 2012 8:48 pm por Gabrielly L. Way

» Parcerias
Qua Abr 04, 2012 9:33 am por Primrose Rinaldi

» Sorveteria Florean Fortescue
Seg Abr 02, 2012 1:33 pm por Enoque Kauffman

» Varinhas Olivaras
Seg Abr 02, 2012 7:43 am por Primrose Rinaldi

» Sugestões, Críticas e Dúvidas
Dom Abr 01, 2012 12:59 pm por Enoque Kauffman

» O Caldeirão Furado
Dom Abr 01, 2012 4:13 am por Enoque Kauffman

Copa das Casas
0 0
0
0

Varinhas Olivaras

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Varinhas Olivaras

Mensagem por Admin em Dom Mar 25, 2012 4:33 pm

R P G • HogwartsHollowYears

Olivaras: Artesão de Varinhas de Qualidade desde 382 antes de Cristo. A loja mais procurada por crianças de onze e dez anos, iniciantes no mundo da magia, é considerada a melhor loja de varinhas do mundo. Sempre vazia, nota-se de longe a ausência de pessoas transitando por ela. Na pequena vitrine, à esquerda da porta, diversas varinhas caras, que contém os melhores núcleos e armação, estão à mostra, girando e soltando faíscas, tudo para chamar a atenção dos andantes. O interior da loja é bem comum. Possui um cheiro de mofo e uma ótima ventilação. Um espaço único, sem bancos ou mesinhas. Somente um balcão de gente à porta e, logo atrás deles, quatro corredores bem longos com milhares de varinhas, enfileiradas nas altas prateleiras. O mais legal é a iluminação que não existe. Por isso a loja nunca está aberta à noite, pois é a luz do dia que ilumina toda loja até onde consegue chegar. Por isso é comum ver pela vitrine, durante a noite, algum pontinho brilhado no fundo da loja. Não existe um bruxo que tenha uma varinha que falhou ou possui algum problema tendo ela sido comprada nesta loja.
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 136
Data de inscrição : 24/03/2012

Ver perfil do usuário http://hogwartshollowyears.forumeiros.eu

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Varinhas Olivaras

Mensagem por Enoque Kauffman em Dom Abr 01, 2012 4:43 am

Após horas de compras, livros, vestes acessórios e todos o resto da lista de material, a pequena família, entrou na loja minima e mau iluminada, os quatro corredores vazios, e apenas um balcão dava para ser visto, antes que Klaus e Calidora pudessem apertar a pequena campainha no balcão, Enoque já fazia isso. A mãe olhou para ele, iria lhe dar uma bronca, o pai vendo apena solhou para a mulher disse. - Deixe-o, vai me dizer que você não fez o mesmo? - Disse com a voz calma. A mulher olhou para o marido e sorriu. - Fiz pior, derrubei a maioria das caixas, eu não tinha altura para fazer o que ele fez. - O pai segurou o riso e a mulher apertou a mão do marido.

Alguns poucos minutos depois, de uma portinha ao lado de dentro do balcão, o Sr. Olivaras, bem mais velho do que já esteve alguma vez, apareceu. Trajava vestes largas e desbotadas, seus cabelos bem brancos estavam presos em um rabo de cavalo desdenhado. O velho olhou para o menino e depois para os pais. - Klaus, Calidora. - Disse com certo entusiamo, e logo voltou a falar. - Da ultima vez, que os vi, estavam comprando a varinha de Olrac, não é? - Klaus fez que sim com a cabeça. O senhor voltou sua atenção para Enoque. - E você deve ser ... - Deixou no ar. O menino, um tanto quanto simpático. - Enoque, senhor. - Disse com um sorriso. Olivaras sorriu para o menino. - Tão educado quanto o resto da família. - Os pais e o menino sorriram.

Depois de experimentar quase todas varinhas da loja, e nenhuma havia demonstrado nada com Enoque, o senhor Olivaras, olhou para ele e sorriu. - Meu jovem, a varinha que irei pegar agora, é uma das mais caras, ainda bem que seus pais podem pagar por ela. - O velho foi em busca da varinha, o menino olhou para o pai, o mesmo passou a mão por sua cabeça. Logo o fabricantes de varinhas voltou. Retirou de dentro da caixa de mogno, uma varinha branca. - Ela é linda. - Disse o menino. Pegou a varinha e foi como se ele se sentisse completo pela primeira vez, uma sensação morna subiu da varinha para sua mão e assim para o resto do corpo. O menino cruzou o ar com ela, e fagulhas saíram da ponta. - E feita de carvalho branco, com pena de fênix, 43 cm, reta e rígida. - Disse olhando para os pais. - Rígida como a do pai, e longa como a da mãe. - O casal sorriu para o senhor. - Pequeno Enoque, ela é perfeita para feitiços e encantamentos, na verdade as varinhas de carvalho branco são raras e bem poderosas muito cuidado com ela. - O menino fez que sim com a cabeça.

Os pais pagaram pela varinha e seguiram para fora da loja, a rajada de ar puro, fez En tossir. Ele estava cada minuto mais feliz, algora só faltava a coruja, e assim como a varinha, ele queria uma rara. Tinha manias de colecionador, itens raros, era o que mais gostava. Voltaram para o Caldeirão Furado, para guardas as coisas e arrumar o malão. Depois voltariam para o Beco Diagonal para comprar a coruja.

Encerrado
avatar
Enoque Kauffman

Mensagens : 27
Data de inscrição : 26/03/2012

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Varinhas Olivaras

Mensagem por Primrose Rinaldi em Seg Abr 02, 2012 7:43 am

Papai e mamãe estavam muitos ocupados, mas minha irmã veio comigo e eu estava feliz. Após receber minha carta, todos ficaram felizes, fizemos uma grande festa entre nós. Mia dizia que eu iria para Corvinal que nem ela, pois lá existiam os alunos mais bonitos e inteligentes de Hogwarts. Claro que se ela estivesse lá seria certeza, minha irmã é muito linda.
Entramos na loja de varinhas, minha melhor parte do dia, tirando a parte dos livros. Cada livros maravilhosos que encontrei, queria logo começar a lê-los.

Minha irmã foi até o velho que estava sorrindo para ela. Corri até ela, passando por um garoto que estava de saída, por pouco não me esbarrei nele.

- Que garotinha linda. É sua irmã? Pois vejo que são muito idênticas, tanto na beleza quanto na fisionomia. O que posso ajudar-lhe minha querida?

- Preciso de uma varinha, senhor. Uma boa varinha! - Falei educadamente e em seguida dei um sorriso angelical.

Mia balançou a cabeça e começou a rir. Apenas segurei fortemente a mão dela.

- Muito bem, vejamos...

O senhor pegou três varinhas e me disse que eu tinha três chances. Era claro que eu não acreditava nele, estava apenas brincando.
Testei várias varinhas, já estava quase desistindo quando uma em especial me chamou a atenção, ela estava jogada em um canto, cheia de teias de aranhas.

- Senhor, posso testar aquela? - Perguntei com um sorriso amigável. Ele foi até a varinha e a trouxe para mim. Eu a peguei e testei, ela era perfeita. Ele abriu um grande sorriso.

- É ótima para encantamentos. Creio que você seja inteligente demais, então será muito melhor ela.

Apenas sorri de canto e Mia pagou pela varinhas. Estava tudo certo. Livros, corujas, varinhas, tudo em plena ordem. Eu e minha irmã estávamos exaustas, resolvemos encerrar o dia e fomos embora.

ENCERRADO
avatar
Primrose Rinaldi

Mensagens : 18
Data de inscrição : 26/03/2012
Idade : 25

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Varinhas Olivaras

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum